Técnica Yakisugi para carbonizar madeira

Técnica Yakisugi para carbonizar madeira

A técnica Yakisugi já ganhou as capas das melhores revistas de arquiteturas luxuosas ao redor do mundo. Esta habilidade permite gerar os tons de grafite a até negro na superfície de madeiras.

Diversos são os produtos arquitetônico compostos por esta madeira carbonizada, embora o que faz mais sucesso sejam os revestimentos externos e internos. Em países orientais é comum ver as grandes propriedades cercadas pelas fachadas com Yakisugi.

Hoje vamos apresentar informações sobre a história, os processos de carbonização e como as madeiras com Yakisugi evoluíram das aplicações em casas simples de pescadores para alcançar as grandes mansões de Tóquio, Londres, Nova York, São Paulo, entre outras metrópoles.

A Técnica Yakisugi é Japonesa?

Como se sabe, em termos de tecnologia o Japão é uma verdadeira vanguarda. Mas, os japoneses não são especialistas apenas nos recursos tecnológicos da informática. A população japonesa também origina diversos métodos para proteger madeiras.

Foi em terras japonesas que surgiu a técnica centenária Yakisugi que no Brasil é conhecida também como Shou Sugi Ban, oriunda da ilha de Naoshima, na qual há 300 anos os pescadores descobriram que se queimassem as madeiras era possível proteger fachadas dos vilarejos contra efeitos marítimos.

Pescadores japoneses perceberam que ao queimar as tábuas de madeiras com a utilização de fogueiras, além de evoluir a resistência do material, também era possível  gerar efeitos de carbonização úteis para defender estruturas contra fungos.

Cientificamente tudo isto é possível porque o ato de carbonizar queima o amido, ou seja, a principal fonte de alimentação dos insetos.

A Ilha das Artes

Hoje em dia “Ilha das Artes” é a alcunha da Ilha de Naoshima, tendo em vista que as construções com madeiras Yakisugi formam um verdadeiro museu a céu aberto, capaz de atrair milhares de turistas do mundo interessados nas belezas arquitetônicas japonesas.

Porém, o boom das fachadas com madeiras queimadas saiu do Japão para surgir em diversas partes no mundo. Exemplo: Pensadores consideram o mineiro Museu de Inhotim como uma verdadeira construção inspirada nas técnicas de Yakisugi para carbonizar madeira.

Teoricamente, Terubonu Fujiromi foi o arquiteto japonês que popularizou os métodos Yakisugi globalmente. Graças ao especialista hoje em dia existem até outras maneiras para carbonizar com materiais diferentes como alumínio, por exemplo.

Madeira Carbonizada Yakisugi Custa Caro?

Este é um produto de luxo. A unidade da madeira carbonizada custa mais caro do que a madeira tradicional, principalmente se na composição há espécies de lei com elevados níveis de dureza Janka.

Os efeitos que misturam elegância com sobriedade juntos da alta procura dos públicos de elite fazem os preços evoluírem na grande parte das ofertas.

Embora exista a técnica moderna os produtores precisam de bastante perícia, dedicação e paciência para carbonizar superfícies sem queimar toda a madeira interna das tábuas. Ou seja, este não é um trabalho a qualquer pessoa, algo que justifica os valores superiores no mercado.

Há outras questões que explicam os preços elevados:

  • Mais resistência contra ataques de insetos;
  • Mais durabilidade: Pode durar até 100 anos se conservar* da maneira correta;
  • Oferece uma resistência superior a incêndios;
  • Resiste aos efeitos de intempéries ou ao desgaste natural;
  • Exclusividade;
  • Madeira tratada para evitar o surgimento de fungos.

*Consulte as regras de conservação na embalagem do produto ou conforme indicações dos fabricantes.

Onde Usar Madeiras Carbonizadas?

A grande parte dos arquitetos e decoradores usa este produto para fachadas de propriedades com diferentes portes, principalmente por causa das vantagens que se referem à resistência, além de valorizar a propriedade, seja de forma estética ou no mercado imobiliário.

Interessante notar que conforme o método Yakisugi evoluiu ao redor do mundo também surgiram fabricantes que usaram a técnica para compor móveis ou outros produtos direcionados às áreas internas.

Como Funciona a Técnica Yakisugi?

Antigamente os pescadores usavam fogueiras para carbonizar as madeiras antes de instalar na composição da fachada.

Com os novos métodos é possível realizar a técnica nas madeiras já instaladas ou que serão encaminhadas à instalação no futuro, como fazem produtores ao venderem unidades carbonizadas nas lojas que vendem produtos madeirados.

Ao considerar formas modernas de carbonizar a madeira as produções consideram o uso de um maçarico com chamas ajustáveis. A uniformização dos efeitos estéticos é gerada pelo uso de uma lixa na sequência do processo da carbonização.

Depois dos lixamentos os produtores optam por lavar as tábuas com fins de retirar o carvão e tornar as superfícies preparadas para ações subsequentes como uso do óleo de mogno para hidratar as fibras e utilização de um selante para finalizar.

As Principais Vantagens da Técnica Yakisugi Aplicada em Madeiras

Um lado positivo é que você pode ter em sua casa, seja na parte externa ou externa, produções produzidas conforme uma técnica de tradição milenar japonesa, o que revela certo bom-gosto por parte dos conceitos da proposta decorativa.

Yakisugi é um tratamento japonês de madeiras maciças. Isto quer dizer que ao ter este produto na sua casa você possui garantia de longa durabilidade, ausência de fungos ou cupins, entre outros benefícios.

Importante destacar que embora a madeira seja carbonizada ela não perde seu lado natural capaz de gerar mais vivacidade para a beleza da decoração em fachadas.

Estas características demonstram porque madeiras Yakisugi são requisitadas com entusiasmo em projetos de design, junto à aparência singular.

Vale ressaltar que madeira carbonizada favorece a ecologia. Por um lado a carbonização gera certo impacto. Do outro, produções do tipo duram muito mais que produtos madeirados sem metodologia japonesa ao tratamento, ou seja, existe menos necessidade de derrubar novos troncos.

Quando o Estilo da Madeira Yakisugi Chegou ao Brasil?

Oficialmente chegou com a imigração japonesa no Brasil entre os séculos XIX e XX. Contudo, esta tendência apenas virou moda entre públicos da elite brasileira ao início do século XXI.

Esta moda primeiro fez sucesso nos Estados Unidos para apenas depois chegar ao Brasil como um produto cobiçado. Em solos nacionais a grande parte dos arquitetos opta pela madeira Yakisugi mais aos ambientes exteriores.

Não esqueça de que ao comprar o produto é importante verificar sempre se a madeira carbonizada é Ipê ou Cumaru, as duas espécies mais duráveis e luxuosas do mercado mundial.

Uma das melhores empresas especializadas na carbonização de madeiras no Brasil é a Madeira Carbonizada Imobilis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *